Saturday, February 21, 2015

Esta é primeira vez que eu sinto com profundidade a grandiosidade da morte. Talvez porque eu tenha me permitido ser ignorante perante a sua força vital, transformadora. Porque eu tenha me permitido sentir. E em pequenas frações que me são permitidas de pouco em pouco sinto com partes menos palpáveis do meu ser uma conexão espiritual com o meu avô muito difícil de colocar em palavras. De provar com a ciência exata. Estranhamento e reencontro com a nossa natureza frágil e perene.

Wednesday, February 4, 2015

Liquidez

Deixou o corpo e fundiu-se com a gravidade.

Em queda um mar de andorinhas formava um tapete-constelação.

Sentiu que ia sufocar e alçou fôlego. Vento que em sua boca soprou esperança.

A onda era fértil e guardava algas peixes pequenos e redenção.

Redenção é uma espécie de planta aquática que te liberta das insignificâncias. Como observar o louva-Deus em oração. 

Das essências da ciência, a gravidade tem um efeito entorpecente.

E teve sobre o seu corpo o espírito das estrelas. Ópio dos sentidos.